ACESSE O BLOG OFICIAL DO LIVRO "UM SALTO NA ESCURIDÃO"


PUBLICAÇÕES MAIS RECENTES

17.2.09

CARTA DE ROBERT E. HOWARD A FARNSWORTH WRIGHT, EDITOR DA REVISTA WEIRD TALES.

Os escritores e amigos das letras fantásticas Leonardo Nunes Nunes e Rogério Silvério de Farias, participam mais uma vez da Câmara dos Tormentos com este documento histórico:
A comovente carta de apelo enviada pelo escritor Robert E.Howard, criador do personagem Conan, para o editor da lendária revista Weird Tales, em 1935 por ocasião da grave doença de sua mãe.
_______________

775ROBERT E. HOWARD toFARNSWORTH WRIGHTdated May 6, 1935


Dear Mr. Wright:




Prezado Sr. Wright




I always hate to write a letter like this, but dire necessity forces me to.


Eu sempre odiei escrever cartas como esta, mas uma terrível necessidade me força a isto.


It is, in short, an urgent plea for money.




Em resumo, é um apelo por dinheiro.




It is nothing new for me to need money, but the present circumstances are different from those in which I generally found myself in the past.




Não é nenhuma novidade para mim, precisar de dinheiro, mas as presentes circunstâncias são diferentes daquelas em que geralmente me encontrei no passado.




My expenses for the past months have been great. My mother was forced to have her gall bladder removed, a very serious operation, especially for women of her age and state of health.




Minhas despesas nos últimos meses têm sido enormes. Minha mãe foi forçada a retirar sua bexiga, numa séria cirurgia, especialmente para uma mulher com a sua idade e seu estado de saúde.




She has been almost an invalid for years. She was in a hospital at Temple for a month, during which time I stayed with her, and was not able to do any writing at all during that time. But for the professional discount on the operation, my father being a physician, I do not know how we would have been able to meet the expenses.




Ela esteve quase inválida por anos. Ficou internada no hospital Temple por um mês, onde, durante esse tempo, fiquei com ela e não tive condições de escrever nada durante este tempo. Mas para um desconto com o profissional nas despesas da cirurgia, meu pai sendo um médico, não sei como conseguimos arcar com tamanhas despesas.




As it was they were great, considering the hospital expenses, special nurses, etc., and my own expenses, though I cut these as closely as I could by staying in the cheapest rooming house I could find and skipping meals with such regularity that I lost fifteen pounds during that month. We have been at home for over a month, but my mother is far from recovered.




Elas foram muito grandes, considerando as despesas do hospital, enfermeiras especiais, etc, e minhas próprias despesas, embora eu as tenha cortado tanto quanto pude, ficando no quarto mais barato que encontrei e pulando refeições com tanta regularidade que cheguei a perder 15 libras naquele mês. Ficamos em casa por mais de um mês, mas minha mãe ainda está longe de se recuperar.




An abscess developed in the operation wound, which necessitated her staying for several days in a hospital at Coleman, and it is still necessary to take her there, a distance of some thirty miles, every few days in order to have her wound dressed and cleansed, as my father does not have the proper facilities for this. Meanwhile, the expenses go on, naturally, for we are forced to hire a woman to do the cooking and such of the house-work as I am unable to do. Whether my mother ever recovers or not possibly depends on the kind of care and attention I am able to give her, and that in turn depends on the money I am able to earn.




Um abscesso se desenvolveu na ferida da operação, o que requereu sua internação por muitos dias num hospital em Colemam, e é ainda necessário levá-la lá, numa distancia de umas trinta milhas, a cada poucos dias para que sua ferida sare e limpe, e meu pai não tem como facilitar isto. Enquanto isto, as despesas vão indo, naturalmente, para nós que fomos forçados a contratar uma mulher para cozinhar e fazer os serviços de casa que estou impossibilitado. Se minha mãe vai se recuperar ou não, possivelmente vai depender do tipo de cuidados e atenção que eu possa lhe dar, e do mesmo modo, do dinheiro que eu possa ganhar.




And that brings me to the matter at hand. For some time now I have been receiving a check regularly each month from Weird Tales--half checks, it is true, but by practicing the most rigid economy I have managed to keep my head above water; that I was able to do so largely because of, not the size but the regularity of the checks. I came to depend upon them and to expect them, as I felt justified in so doing. But this month, at a very time when I need money so desperately bad, I did not receive a check. Somehow, some way, my family and I have struggled this far, but if you cut off my monthly checks now, I don't know what in God's name we'll do.




Isto me trás um problema nas mãos. Por algum tempo eu recebi um cheque com regularidade a cada mês de Weird Tales – meio cheque , é verdade, mas praticando uma rígida economia eu consegui me administrar e não me afogar; mas isso eu só consegui fazer, não pelo valor do cheque , mas pela sua regularidade. Eu vim a depender deles e a esperar por eles, como eu expliquei. Porém, este mês, justamente num momento que eu preciso tão desesperadamente de dinheiro, eu não recebi o cheque. De algum modo, de alguma maneira, minha família e eu temos lutado por isso, mas se vocês cortarem meu cheque mensal agora, eu não sei, em nome de Deus, o que fazer.




Costs of living have gone up; this part of the country has suffered bitterly through drouth and dust-storms. My father is an old man and most of his patients are poverty-stricken hill people who seldom have anything but farm produce to pay him. This year we may not even have that. Poverty is no new tale to me. I've gnawed crusts all my life. But the hardships I've suffered in the past may be picnics to what confronts me if Weird Tales discontinues my monthly checks.




O custo de vida aumentou; esta parte do país tem sofrido amargamente com secas e tempestades. Meu pai é um ancião e a maioria de seus pacientes são miseráveis carentes e necessitados que raramente têm alguma coisa, mas apenas produtos de fazenda para pagá-lo. Este ano talvez, nem isso tenhamos. Miséria não é novidade para mim. Tenho uma crosta atormentada toda minha vida. Mas as privações que sofri no passado são apenas cafés pequenos ao que me acontecerá se houver a descontinuidade de meus cheques mensais do Weird Tales.




I do not feel that my request is unreasonable. As you know, it has been six months since "The People of the Black Circle" (the story for which the check is now due me) appeared in Weird Tales. Weird Tales owes me over eight hundred dollars for stories already published and supposed to be paid for on publication--enough to pay all my debts and get me back on my feet again if I could receive it all at once. Perhaps this is impossible. I have no wish to be unreasonable; I know times are hard for everybody. But I don't believe I am being unreasonable in asking you to pay me a check each month until the accounts are squared. Honestly, at the rate we're going now, I'll be an old man before I get paid up! And my need for money now is urgent.




Eu não acho que minha solicitação seja insensata. Como você sabe, faz seis meses desde que "The People of the Black Circle" (a história pela qual o cheque a gora me faz falta) apareceu em Weird Tales. Weird Tales deve-me mais que oitocentos dólares por histórias já publicadas e que deveriam ser pagas por publicação - suficiente para pagar todas minhas dívidas e me por em equilíbrio novamente se eu puder recebê-lo de uma vez só. Talvez isto seja impossível. Eu não quero ser insensato. Eu sei que os tempos estão difíceis para todos. Mas eu não acho que esteja sendo insensato em lhe pedir para enviar-me meu cheque mensalmente até a conta seja acertada. Honestamente, neste ritmo que estamos indo, eu serei um velho antes de receber meu pagamento! E minha necessidade pelo dinheiro agora é urgente.




Of course, I sell to other magazines from time to time, but these sales are uncertain; to make markets regularly requires much time and effort, and for years most of my time and effort has been devoted to the stories I've written for Weird Tales. I may not--may never be a great writer, but no writer ever worked with more earnest sincerity than I have worked on the tales that have appeared in Weird Tales. I have grown up in the magazine, so to speak, and it is as much a part of my life as are my hands and arms. But to a poor man the money he makes is his life's blood, and of late when I write of Conan's adventures I have to struggle against the disheartening reflection that if the story is accepted, it may be years before I get paid for it.




Claro, eu vendo para outras revistas de tempos em tempos, mas essas vendas são incertas. Comercializar regularmente requisita muito tempo e esforço, e por anos, a maior parte de meu tempo e esforço tem sido devotado a histórias que escrevi para a Weird Tales. Eu cresci nas revistas, pra dizer a verdade, e isto tem sido na maior parte de minha vida meus pés e minhas mãos. Mas para um homem pobre, o dinheiro que ele faz é o sangue de sua vida, e depois, quando escrevo sobre as aventuras de Conan, tenho que lutar contra uma reflexão desanimadora que se a história é aceita, isto levou anos antes de eu ser pago por ela.




This is a statement of my case, spoken in the only way I know how to speak, that is to say frankly. I trust that my bluntness has given no offense. Necessity drives me. A monthly check from Weird Tales may well mean for me the difference between a life that is at least endurable--and God alone knows what.




Este é o estado de meu caso, falando na única maneira que sei, que é ser franco. Eu confio que minha franqueza não tenha gerado ofensas. Necessidade me leva a isto. Um cheque mensal do Weird Tales, pode muito bem significar para mim a diferença entre uma vida que seja ao menos suportável – e Deus sozinho sabe como.




Cordially,




Cordialmente,




Robert E. Howard




Tradução: Doutora Marisa Queiroz, psicóloga no Rio de Janeiro.

4 comentários:

Anônimo disse...

Esta carta é emocionante mesmo, confesso que fazia tempo que não derramava mais lágrimas, estarrecido que estava diante das agruras da vida. Mas esta carta é de uma pureza de alma que faz a gente chorar. Dá pra sentir que ele se suicidou porque se achou um incompetente pra conseguir dinheiro pra salvar ou amenizar o sofrimento da mãe. Ele se refugiou na literatura, pois sua vida foi sofrida. Dizem alguns tolos que os suicidas vão para o Inferno. Nem todos, eu acho. No caso de Howard Deus ( o verdadeiro) o levou ao Paraíso direto, pois além de inteligente e criativo, possuía um coração de ouro. Parabéns por divulgar esta preciosidade em portuguê, e agradecimentos a tradutora que com muito boa vontade traduziu esta missival emocionante. Estamos todos de parabéns por divulgar este texto aqui no Brasil.
Rogério Silvério de Farias

Anônimo disse...

De fato, comovente. É quase "uma garganta em nó" pensar no angustia do criador de um dos mais fascinantes
personagens dos quadrinhos vivenciando situações assim indignas!

Tânia

seguidorlovecraft disse...

Ótimo! Agradecido pela publicação.

LNN

Luiz Poleto disse...

Imaginar que o criador de uma das figuras mais lendárias passou por isso...

LÊ AGORA!

A Rainha dos Pantanos - Henry Evaristo

Virgílio - Henry Evaristo

UM SALTO NA ESCURIDÃO - Henry Evaristo publica seu primeiro livro

O CELEIRO, de Henry Evaristo

Índices gerais

COMUNICADO

Este blog possui textos e imagens retirados de outros sites. No entanto, não temos intenção de nos apropriar de material autoral de quem quer que seja e solicitamos a quem não desejar ver sua obra republicada pela Câmara que entre em contato pelo e-mail disponibilizado para que nós possamos retirar imediatamente o conteúdo.

Qualquer contato pode ser feito pelo e-mail:

voxmundi80@yahoo.com.br



Henry Evaristo

Clique nos meses para ver nossas publicações.

LICENÇA DE USO DO CONTEÚDO DESTE BLOG

Selos de qualidade recebidos pela CT!

<b>Selos de qualidade recebidos pela CT!</b>
Indicado por Carla Witch Princess do blog WITCHING WORLD e por Tânia Souza do blog DESCAMINHOS SOMBRIOS.

Indicado pelo site GOTHIC DARKNESS

Indicado por Duda Falcão do blog Museu do Terror (www.museudoterror.blogspot.com)


Oferecido por Pedro Moreno do blog CRIPTA DE SANGUE



Indicado por VAMPIRELLA do blog Artes VAMPIRELLA http://vampirella84arts.blogspot.com/




Criado por WITCH PRINCESS; indicado por Tânia Souza do Descaminhos Sombrios.

Blog indicado: MASMORRA DO TERROR


AVISO AOS ESPERTINHOS!

CÓDIGO PENAL - ARTIGOS 184 E 186


Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos:

Pena – detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa.

§ 1º Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente:

Pena – reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa.

§ 2º Na mesma pena do § 1o incorre quem, com o intuito de lucro direto ou indireto, distribui, vende, expõe à venda, aluga, introduz no País, adquire, oculta, tem em depósito, original ou cópia de obra intelectual ou fonograma reproduzido com violação do direito de autor, do direito de artista intérprete ou executante ou do direito do produtor de fonograma, ou, ainda, aluga original ou cópia de obra intelectual ou fonograma, sem a expressa autorização dos titulares dos direitos ou de quem os represente.

§ 3º Se a violação consistir no oferecimento ao público, mediante cabo, fibra ótica, satélite, ondas ou qualquer outro sistema que permita ao usuário realizar a seleção da obra ou produção para recebê-la em um tempo e lugar previamente determinados por quem formula a demanda, com intuito de lucro, direto ou indireto, sem autorização expressa, conforme o caso, do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor de fonograma, ou de quem os represente:

Pena – reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa.

§ 4º O disposto nos §§ 1o, 2o e 3o não se aplica quando se tratar de exceção ou limitação ao direito de autor ou os que lhe são conexos, em conformidade com o previsto na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, nem a cópia de obra intelectual ou fonograma, em um só exemplar, para uso privado do copista, sem intuito de lucro direto ou indireto.



Seja um fiel seguidor da Câmara dos Tormentos!

LÊ AGORA!

Matilhas - Henry Evaristo

O Lugar Solitário - Henry Evaristo

A Clareira dos Esquecidos (primeira parte) - Henry Evaristo

O OCASO DE HAES-NORYAN, de Henry Evaristo

EU REÚNO AS FORÇAS DOS ABÍSMOS , de Henry Evaristo

Antologia do Absurdo! Um valhacouto de histórias trêfegas! Adquira o seu!

<b>Antologia do Absurdo! Um valhacouto de histórias trêfegas! Adquira o seu!</b>
Para mais informações, clique na imagem!